Tudo o que precisa de saber sobre os novos sinais de trânsito

Tudo o que precisa de saber sobre os novos sinais de trânsito

Com o objetivo de atualizar a sinalização rodoviária, entraram em vigor, em abril de 2020, novos sinais de trânsito, que exigem uma especial atenção.

Contudo, passado um ano, ainda existem condutores a desconhecer o significado destes novos sinais. Sabe quais são?

É importante estar ciente destas atualizações rodoviárias, para evitar infringir normas de trânsito.

De forma a poder alertar os condutores, elaborámos um artigo onde explicamos tudo o que precisa de saber sobre os novos sinais.

Novos sinais de trânsito: Conheça as principais novidades na sinalização rodoviária

De acordo com a Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária, a criação de novos sinais de trânsito teve como objetivo:

“o aperfeiçoamento e a atualização da sinalização rodoviária em conformidade com o Código da Estrada e em alinhamento com o Plano Estratégico Nacional de Segurança Rodoviária — PENSE 2020.”

A juntar-se aos sinais de trânsito já existentes está o sinal
H46 – Zona residencial ou de coexistência. Este indica a entrada numa zona de coexistência.

Esta zona é partilhada por peões e por veículos, por isso exige que existam regras especiais de trânsito estabelecidas no Código da Estrada.

A implementação destas zonas veio contribuir para uma melhoria da segurança rodoviária dentro das localidades, especialmente para os utilizadores vulneráveis.

Para além disso, foram ainda introduzidos novos sinais de informação, novos símbolos de indicação turística, geográfica, ecológica e cultural, entre outros.

De seguida, reunimos os principais sinais que os condutores devem conhecer e respeitar.

1 – Sinais de Perigo

 

A17a – Passagem para velocípedes: indicação da aproximação de uma passagem para velocípedes.

A19c – Linces-ibéricos: indicação de que a via pode ser atravessada por linces ibéricos.

A19d – Anfíbios: indicação de que a via pode ser atravessada por anfíbios.

2 – Sinais de Obrigação

D5c – Via obrigatória para motociclos: indicação da obrigação de os motociclos circularem pela via de trânsito a que se refere o sinal.

D6a – Via reservada a veículos com alta taxa de ocupação: indicação de via de trânsito reservada apenas à circulação de veículos que transportem duas ou mais pessoas, incluindo o condutor.

D11c – Fim da via obrigatória para motociclos: indicação de que terminou a via obrigatória para motociclos.

D17 – Fim da via reservada a veículos com alta taxa de ocupação: indicação de que terminou a via reservada a veículos com alta taxa de ocupação.

 3 – Sinais de Zona

G4a – Zona 30km/h: indicação de entrada numa zona 30km/h com radares de tráfego, de modo a limitar a velocidade máxima de circulação a 30 km/h.

G5c – Zona de emissões reduzidas (ZER): indicação de entrada numa zona onde é proibido o trânsito de veículos cujas emissões são superiores a um nível definido em painel adicional.

G10 – Fim de zona 30km/h: indicação de que terminou a zona 30km/h.

G11 – Fim de zona de emissões reduzidas (ZER): indicação de que terminou a zona de emissões reduzidas.

 4 – Sinais de Informação

H7a – Passagem para velocípedes: indicação da localização de uma passagem para velocípedes.

H14d – Área de serviço para autocaravanas: indicação da existência de um espaço destinado, exclusivamente, a autocaravanas equipado de acordo com a legislação que define os respetivos requisitos.

H16b – Alojamento local: indicação da existência de um alojamento local.

H33a – Via manual: indicação de uma via de portagem em que o pagamento é feito em numerário ou cartão, manualmente ou com um operador.

H33b – Via manual automatizada: indicação de uma via de portagem em que o pagamento é feito em numerário ou cartão, manualmente ou com a respetiva máquina.

H33c – Via Card: indicação de uma via de portagem em que o pagamento é feito, exclusivamente, com o cartão via card.

H46 – Zona residencial ou de coexistência: indicação de entrada numa zona de coexistência.

H47 – Fim de zona residencial ou de coexistência: indicação de que terminou a zona de coexistência.

H48 – Lomba redutora de velocidade: indicação da localização de uma lomba redutora de velocidade.

H49a e H49b – Área de paragem de emergência: indicação de um local que apenas pode ser utilizado em caso de emergência/perigo, indicando o sinal H49b a existência de telefone de emergência.

H50a, H50b, H51a e H51b – Saída de emergência: indicação da localização de uma saída de emergência e da direção e distância à saída de emergência mais próxima.

Estas são as principais atualizações, no que diz respeito à sinalização rodoviária. Contudo, existem outras que merecem destaque e importância.

Para saber mais, e para conhecer os símbolos dos novos sinais de trânsito, basta aceder a este documento disponibilizado pela ANSR.