Inspeções de motas serão obrigatórias em 2022

Inspeções de motas serão obrigatórias em 2022

Sabia que as inspeções de motas serão obrigatórias a partir de janeiro de 2022?

É verdade! Estas inspeções periódicas para motociclos já tinham sido aprovadas em 2012, mas nunca chegaram a ser aplicadas.

No entanto, agora passam a ser impostas por uma diretiva europeia.

Se tem mota, então fique atento às informações que vamos partilhar consigo neste artigo.

Inspeções de motas: Saiba para quem passará a ser obrigatório em 2022

De acordo com o secretário de Estado das Infraestruturas, Jorge Delgado, a partir do dia 1 de janeiro de 2022 as motas com cilindrada superior a 125 cc deverão ser inspecionados nos centros de Inspeções Periódicas de Veículos (IPV).

Esta medida vai ao encontro da diretiva da União Europeia, que torna a inspeção de motas obrigatória em todos os Estados-membros.

Mas, apesar de entrar em vigor apenas no próximo ano, não podemos dizer que é de todo uma surpresa.

Isto porque, desde o ano de 2012, foi aprovado um decreto-lei que previa a inspeção periódica de motas com cilindrada superior a 250 cc.

Contudo, o mesmo nunca avançou na prática, passando a vigorar em Portugal apenas no próximo ano.

A inspeção será obrigatória para todas as motas?

Na verdade, a inspeção de motas a entrar em vigor em 2022 diz respeito a motociclos de 125 cc ou superior.

A obrigatoriedade coincide com a deliberação europeia de se ter passado da inspeção obrigatória de motas acima dos 250 cc para as com cilindrada superior a 125 cc.

Tal medida será imposta, não apenas a veículos de duas rodas como também aos triciclos e quadriciclos.

Com isso, estima-se que, entre 400 mil e 450 mil viaturas, passem pela inspeção no próximo ano.

As motas elétricas não estão abrangidas pela obrigatoriedade, já que se tratam de um produto novo, de acordo com o representante do Governo.

Relativamente às motas pequenas (menos de 125 cc) e ciclomotores, antes será solicitada uma avaliação para investigar os fatores custo-benefício.

Obrigatoriedade em outros países europeus

Grande parte dos países europeus já instituíram a obrigatoriedade das inspeções para motociclos.

O principal objetivo destas inspeções é contribuir para a redução do número de acidentes.

Isto porque alguns acidentes são causados justamente por falhas técnicas que poderiam ser detetadas durante uma inspeção.

Inclusive, já elaborámos um artigo com dicas de segurança para andar de mota.

Como serão feitas as inspeções?

Apesar de os centros de inspeção estarem a preparar-se há anos para o processo de inspeção das motas, muitas decisões importantes ainda estão por tomar.

Neste sentido, os centros de inspeção indicam que ainda está em falta a classificação de deficiências, bem como os cursos de qualificação dos inspetores, para que a inspeção a motas seja feita.

O que nos resta, portanto, é aguardar a mudança do ano para saber como se processará, na prática, o processo de inspeção de motas.