5 cuidados a ter na compra de carro usado

5 cuidados a ter na compra de carro usado

A compra de um carro usado geralmente é a primeira opção de quem deseja mais conforto e praticidade para se deslocar.

Isto porque se a sensação de andar num carro novo exerce um fascínio para alguns consumidores, e após se fazerem as contas, a escolha mais racional recai sempre sobre os modelos usados.

E, de facto, existem muitos benefícios ao optar por um veículo usado, como o menor preço e menor prejuízo em termos de desvalorização.

Contudo, é preciso seguir alguns cuidados ao fazer esta escolha. Conheça-os no artigo de hoje!

Compra de carro usado: 5 cuidados a ter para garantir que vai fazer um bom negócio

Se é do tipo de pessoa que está sempre à procura do melhor custo vs. benefício, irá certamente detetar muitas vantagens na compra de um carro usado.

Contudo, existem alguns cuidados que devem ser prioridade para se assegurar de que está a fazer um bom negócio.

Neste sentido, o melhor é primeiro identificar o que se encaixa às suas necessidades de uso e financeiras.

Depois disso, fica muito mais simples elaborar uma lista com foco em segurança, design do veículo, bom desempenho e praticidade.

De seguida, reunimos alguns dos principais pontos a considerar aquando da escolha de um carro usado.

1 – Teste o carro

Obviamente, há alguns defeitos que só aparecem com o uso prolongado do veículo. No entanto, isso não tira a importância de fazer um test drive.

Conduzir o carro que pretende comprar é a melhor forma de verificar se há alguma alteração.

Esteja atento aos pedais do travão, acelerador e embraiagem, problemas na caixa de mudanças e no volante, anomalias nos indicadores do painel, entre outros.

2 – Faça uma vistoria completa

A vistoria feita por um profissional é uma das melhores formas de garantir que o veículo que pretende comprar não tem problemas ocultos.

Além disso, pequenos defeitos podem ser encontrados, que servirão para negociar a compra a um preço mais baixo.

Pode e deve levar o carro a um mecânico de confiança antes de realizar a compra e solicitar uma inspeção mais detalhada no motor, por exemplo.

3 – Pesquise a desvalorização

Cada modelo de carro tem uma taxa de depreciação.

Se for vender o veículo daqui a dois anos, por exemplo, perderá uma determinada percentagem do valor dele, de acordo com alguns critérios, como:

  • Estado de conservação;
  • Ano de fabricação do veículo;
  • Quilometragem rodada;
  • Histórico de acidentes;
  • Alterações como troca do modelo dos faróis.

Cuidado ao optar por um modelo que poderá sofrer uma alta desvalorização. Isto porque assim poderá ter prejuízo na altura da revenda.

4 – Certifique-se de que o carro está livre de multas

Pesquise através das autoridades de trânsito se o carro tem pendências, como multas e impostos em atraso.

Outro ponto importante é saber se o veículo é objeto de algum processo judicial ou se foi penhorado resultado de alguma dívida.

Estes são detalhes que podem gerar uma grande dor de cabeça para quem compra um carro usado, portanto esteja atento.

5 – Suspeite de preços muito abaixo do mercado

É natural que o vendedor anuncie um veículo com valor abaixo do mercado para acelerar a venda.

Contudo, o preço pode esconder outros motivos. O proprietário pode estar a tentar livrar-se de um automóvel problemático, por exemplo.

Por isso, fique atento pois ofertas vantajosas demais podem esconder futuros prejuízos.

Se seguir estes cuidados, a compra de um carro usado será muito mais segura e garantirá que está a adquirir um veículo em bom estado, com menos riscos de apresentar problemas.