Os principais erros a evitar durante um congestionamento de trânsito

Os principais erros a evitar durante um congestionamento de trânsito

Quem vive em grandes cidades sabe que enfrentar o congestionamento do trânsito faz parte da rotina. Esta é uma situação que pode deixar qualquer pessoa nervosa e impaciente. No entanto, não justifica atitudes negligentes durante a condução.

Elaboramos um guia para que possas ser um condutor consciente. Fica a conhecer a nossa lista de erros a evitar durante um congestionamento.

Congestionamento: Fica a conhecer os principais erros que podem causar acidentes

De acordo com algumas pesquisas, um habitante de Lisboa que se desloque de carro em hora de ponta gasta, em média, 50 minutos no trânsito num trajeto que em condições normais levaria apenas 30 minutos.

O mesmo acontece ao fim do dia, quando a média de tempo sobe para 52 minutos. A origem do trânsito está associada ao aumento do fluxo de automóveis a circular. Atitudes imprudentes dos condutores podem também provocar congestionamento do trânsito.

Passar horas ao volante é um teste à paciência, principalmente depois de um dia de trabalho. Este é um dos principais motivos que levam os condutores a cometer erros.

As consequências podem causar prejuízos ou tornar-se algo mais grave.

A prevenção é a melhor maneira de evitar acidentes num congestionamento. Por isso, enumeramos os principais erros que não deves cometer.

1 – Não cumprir a distância de segurança do carro da frente

A pressa no trânsito muitas vezes faz com que os condutores não respeitem a distância de segurança entre os carros na via.

Inclusive, a regra faz parte do Código da Estrada. De acordo com o texto legal:

“o condutor de um veículo em marcha deve manter entre o seu veículo e o que o precede a distância suficiente para evitar acidentes em caso de súbita paragem ou diminuição de velocidade deste, tendo em especial consideração os utilizadores vulneráveis”.

Aproximares-te demasiado do carro da frente não vai reduzir o congestionamento. Respeita a distância de segurança.

2 – Mudança constante de via

Normalmente temos a sensação de que a faixa do lado está a andar mais depressa do que a nossa. Isso faz com que muitos condutores mudem de faixa constantemente.

Este comportamento alem de aumentar as hipóteses de haver acidentes, não altera em nada o andamento do trânsito.

3 – Falta de sinalização

É muito importante estares atento à sinalização durante um congestionamento. Esta é uma atitude simples, mas que evita colisões e acidentes.

Sempre que pretenderes mudar de direção, liga o pisca, mesmo no trânsito. Dessa maneira, avisas os outros condutores da tua intenção.

4 – Acelerar e travar

Acelerar e travar o carro de forma brusca num engarrafamento é perigoso para todos, e uma das principais causas de colisões. Não tenhas pressa, conduz o teu veículo com movimentos suaves e dá prioridade à segurança.

5 – Circular em ponto morto

Este é um hábito comum a muitos condutores no trânsito, que acreditam que circular em ponto morto numa descida lhes vai poupar combustível.

A verdade é que esta prática pode ter o efeito oposto. Inclusive, os fabricantes de automóveis informam que isto pode causar danos graves no motor, aumentar o consumo e sobrecarregar os travões.

6 – Carregar na embraiagem

Quando parados no trânsito, muitos condutores têm tendência a colocar de forma constante o pé na embraiagem para retomar a marcha rapidamente.

Evita este comportamento, pois pode provocar o seu desgaste prematuro. O ideal é colocares o carro em ponto morto e iniciar a marcha normalmente em primeira.

7 – Perder a calma

Conduzir num congestionamento é um verdadeiro teste à paciência de qualquer um. Mas, perder a calma não te vai ajudar nesta situação, afinal o trânsito mantém-se.

Mantem-te calmo para não perderes a concentração.

8 – Mexer no telemóvel

Esta é uma prática muito comum, especialmente quando estamos a conduzir lentamente no trânsito. Contudo, o telemóvel é uma distração e pode resultar em colisões e acidentes.

Evita estes erros durante um congestionamento. Dá prioridade à condução segura e mantem-te longe de acidentes.